Mix

Negócio de Mulher | crescimento da empresa

© Copyright 2013 CorbisCorporationNão é tudo que é preciso, mas estes cinco fundamentos podem ajudá-la a construir uma base sólida para você ajudar sua empresa a crescer.

Liderar uma empresa de pequeno porte pode ser mais estressante do que criar os filhos ou manter um relacionamento saudável com seu marido ou namorado. Muitos empreendedores têm excelentes ideias, mas são incapazes de dimensionar suas empresas para o crescimento.  Depois de anos atuando no setor de pequenas empresas, aprendi que cada empresa é única, mas que existem certos preceitos fundamentais a serem seguidos para o sucesso. Os poucos que conseguem fazê-lo com foco, disciplina e pensamento inovador principiam uma jornada em direção ao crescimento sadio.

Embora seja preciso mais do que isso para ser um sucesso no mundo dos negócios , aqui estão cinco princípios essenciais que você pode começar a aplicar:

1. Timing é tudo.

Analise em que momento seu produto ou serviço deve estar no mercado. Se o seu cliente não está pronto e você está muito à frente do mercado, talvez seja a hora de repensar suas estratégias para não sacrificar seus resultados.

Você terá que optar entre esperar um momento melhor aceitando o risco da concorrência emergente, ou terá de ajustar a sua oferta para algo mais palatável para o atual mercado em prontidão.

As pequenas empresas têm a vantagem de ser capaz de fazer escolhas e implementar mudanças sem o processo exaustivo e pontos de vista conflitantes que retardam grandes corporações. Você precisa antecipar o seu mercado e as necessidades dos clientes e inovar constantemente para ficar à frente. Isso requer liderança, agilidade, resistência e boa disposição para falhar – reconhecendo possíveis fracassos rápido o suficiente para adaptar-se e seguir em frente.

2. Marca, marca , marca.

A economia de hoje exige que os empreendedores criem memórias positivas para clientes e parceiros ou eles irão procurar seus concorrentes em busca de uma melhor experiência. Se você deseja criar um negócio escalável , você tem que entender o quão importante é a construção de brand equity. O apego emocional que une clientes para o seu produto , ao contrário de todos os outros , se traduz em um crescimento sustentável.

Aqui estão algumas regras básicas para se conectar, influenciar e buscar uma ligação do cliente com a sua marca :

• Escolha o seu público-alvo: o caminho mais certo para o fracasso do produto é para tentar ser todas as coisas para todas as pessoas.

• Ligação com o público: seu objetivo é fazer com que seu público sinta uma ligação emocional com a sua marca.

• Inspirar e influenciar o seu público: uma mensagem de marca inspiradora é muito mais influente do que aquela que apenas destaca as funções e características do produto.

• Reforçar a imagem de marca da sua empresa: certifique-se de funcionários em todos os níveis da sua organização trabalhem e se comportem de uma maneira que reforça a imagem da sua marca.

3. Dimensione suas vendas

A criação de um produto único e uma marca única não é suficiente. Você precisa identificar, projetar e implementar vendas constantes e bons processos de entrega ao cliente .

Um modelo de vendas consistente é o que poderá oferecer a sustentabilidade ao seu negócio, afinal empresas nascem para vender algo a alguém, certo?

Lembre-se que o custo para conquistar um novo cliente é significativamente menor do que o valor que você pode ganhar com esse mesmo cliente ao longo do tempo.

4. Abrace a tecnologia

A maioria dos donos de pequenas empresas com quem converso gostaria de ter um melhor aproveitamento de inovações tecnológicas para ajudar a gerir os seus negócios. Se uma pequena empresa pode identificar uma necessidade genuína, provavelmente haverá uma tecnologia para atender essa necessidade tanto local como globalmente.

Não tenha medo. Crie um plano operacional que aproxime sua empresa da aplicação de todas as tecnologias disponíveis, tanto para gestão como para comunicação da sua empresa.

5.  Reduza o stress

A maioria dos proprietários de pequenas empresas consideram que fazer a gestão de seus negócios é duas vezes tão estressante quanto manter um relacionamento saudável com o cônjuge ou companheiro, quase três vezes mais estressante do que criar os filhos , e mais de quatro vezes tão estressante do que gerenciar suas próprias finanças pessoais , de acordo com o relatório “Small Business Owner Survey “ do Bank of America (BofA). A pesquisa indica que os pequenos empresários rotineiramente renunciam a aptidão física e outras prioridades pessoais para manter-se com demandas de negócios.

Isso é cruel demais… Se você não estiver feliz, saudável e motivado, como poderá oferecer uma experiência positiva ao mercado?

Ninguém quer fazer negócios com uma pessoa amarga, exausta e rabugenta. Portanto, investir tempo e esforço para cuidar adequadamente de sua saúde física e bem-estar mental vai aumentar ainda mais suas chances de sucesso a longo prazo. Cuide-se!

Nos vemos na semana que vem…

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram